28 de junho de 2010

Firmin, Sam Savage


"Encontrei conforto na ideia ridícula de que tinha um Destino. E comecei a viajar no espaço e no tempo, através dos livros, para o procurar."

Que livro lindo! Está a ser delicioso lê-lo (já há muito tempo que nenhum livro o era...) Aconselho mais que vivamente!!
Firmin é um "rato de biblioteca" enternecedor *.* Pela sua incapacidade de odiar, pelo amor que sente pelas coisas, na vontade de as amar, no querer entender o mundo e todas as regras que o constituem, em tentar compreender o comportamento dos homens ensina-nos a não perder a capacidade de amar. Um ratinho com muito a ensinar ao ser humano!! Façam o favor de ler...

3 comentários:

João Castro disse...

Pelo que dizes sobre o ratinho, faz-me lembrar o principezinho.

Firmin, dizes?
Vou procurar.

hypocrisy.not disse...

vou seguir o conselho
passa pelo meu ;)

tiago franco disse...

É sem duvida um grande livro, no entanto, alem de parecer muito subtil é uma profunda reflexão sobre a condição humana